'A gente ia morrer junto', diz mulher no enterro do músico fuzilado pelo Exército - APUAREMA 24HORAS

Anuncio No Post

'A gente ia morrer junto', diz mulher no enterro do músico fuzilado pelo Exército

Compartilhar
Carro de família, que ia para chá de bebê, foi atingido por mais de 80 tiros de fuzil.


O músico Evaldo dos Santos Rosa, morto após ter o carro atingido por ao menos 80 tiros, foi enterrado nesta quarta-feira (10) no Cemitério de Ricardo de Albuquerque, Zona Norte do Rio.

À tarde, os militares envolvidos na ação foram ouvidos na Justiça Militar, e a juíza decidiu pela conversão da prisão de 9 de 10 presos de temporária em preventiva. Apenas um soldado, que não efetuou disparos, será solto.
A mulher de Evaldo estava muito emocionada ao se despedir do caixão.

“A gente ia morrer junto! Junto! O que eu vou falar pro teu filho? Eu te amo!”

Luciana dos Santos Nogueira, que estava no carro com o marido, o filho de 7 anos, o padrasto e uma amiga no último domingo (7). A família ia a um chá de bebê.

Durante o velório, Elizabete Cristina de Oliveira, amiga de Evaldo desde a adolescência, disse não acreditar na punição para os 10 militares do Exército presos por atirarem no carro do músico de 51 anos.

“Não sei nem se vai ter punição para esse tipo de gente, só porque são do Exército. Vão prendê-los administrativamente e depois vão soltar, vão responder em liberdade.“

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anuncio No Post

Anuncio Aqui!