ITAMARI: PREFEITO ESTÁ PROIBIDO DE CHEGAR A MENOS DE 250 METROS DE TESTEMUNHA E PODE SER PRESO SE NÃO CUMPRIR A ORDEM - APUAREMA 24HORAS

Anuncio No Post

ITAMARI: PREFEITO ESTÁ PROIBIDO DE CHEGAR A MENOS DE 250 METROS DE TESTEMUNHA E PODE SER PRESO SE NÃO CUMPRIR A ORDEM

Compartilhar

O gestor foi notificado na última quarta-feira (23) pela Polícia Federal e, caso descumpra a ordem, poderá ser preso preventivamente. De acordo com a própria notificação, divulgada pelo assessor do prefeito, o investigado encontra-se previamente proibido de manter contato ou até mesmo aproximar-se a menos de 250 metros da testemunha Sheila Cardoso da Silva. Valter Andrade da Silva Junior, juntamente com mais quatro pessoas, são apontados como mentores de um esquema de desvio de verbas públicas no município de Itamari, no sul da Bahia, onde foi desencadeada a Operação “Nota Zero”.  A medida cautelar imposta pelo Delegado Rodrigo Souza Kolbe, visa a segurança de uma das testemunhas. O prefeito Valter Andrade, a primeira dama, a secretária de Educação, o chefe do setor de recursos humanos e o procurador do município responderão pela prática dos crimes de fraude à licitação, corrupção passiva e ativa, crime de responsabilidade dos prefeitos, associação criminosa, falsificação de documento público e coerção no curso do processo.  Se condenados, as penas se somadas chegam a 20 anos de reclusão. 
Fonte: DiárioParalelo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Anuncio No Post